17 outubro 2008

Hey You!!

Hey you!!!
você pode me sentir?

Mergulhe/Escombros?

Não é devastação
É só a floresta
Re-nas-cen-do
Em casa Assombrada
Vegetal Escritura na pele
sil^nciada

(contrato)

Desejo/antigo

Em rascunho nas páginas da memória

hey you, Não se entregue sem lutar!
Água-furtada Da distante enseada
A-lma livre

F.l.o.r.e.s.c.e.n.d.o

Em lírios de vitral

Templário/caminhos

Hey you, Você me tocaria?
hey you, Você pode me ajudar?

sol & lua Em lento Eclipce
O tempo Descascando Resto de

E.s.t.á.t.u.a.s

Hey you!Não me diga que
não há nenhuma

E-s(pera)nça

Juntas nós mergulhamos,
separadas Boiamos

É devastador.
O handal é eterno.

Antes clamor/pesadelos

Agora ninho (?)

(...)



.

Um comentário:

Inominável Ser disse...

Tu poetizas bem, Sandrinha, devias escrever mais.

Possuis muitos poemas?