28 setembro 2008

EIS O CENTRO DO MEU CORPO

Eis o centro do corpo o nosso centro
onde os dedos escorregam devagar
e logo tornam onde nesse centro
os dedos esfregam
- corre me voltam sem cessar
e então são os meus já os teus dedos
e são meus dedos já a tua boca
que vai sorvendo os lábios
dessa boca que manipulo
- conduzo pensando em tua boca
Ardência funda planta em
movimento que trepa e fende
fundidas já no tempo calando
o grito nos pulmões da tarde
E todo o corpo
é esse movimento que trepa
e fende fundidas já no tempo
calando o grito nos pulmões da tarde
E todo o corpo é esse
movimento em torno
em volta no centro desses lábios
que a febre toma engrossa
e vai cedendo a pouco e pouco
nos dedos e na palma

[Masturbação - Maria Tereza Horta]
© Todos os direitos reservados
Os direitos autorais são protegidos
pela Lei nº 9.610 de 19/2/98.
Violá-los é crime estabelecido
pelo Artigo 184do Código Penal Brasileiro.

Se você quiser copiar,
não esqueça de divulgar a autoria.



..........

4 comentários:

»» Nøélya «« disse...

Bom dia Sandrinha...
Nossa que desastre... Acho que este tal de anônimo(a) estava com inveja do seu blog, por isso fez esta maldade... Mais bola pra frente, néh?!?
Adorei o post... Muito interessante...
Ah! tbm adoro sua gatinha... É lindinha e muito engraçada!!!


Bjux no coração...

P.S. Vou te lincar no meu blog!!

»» Nø... ««

Bem Resolvida disse...

obrigada pela mensagem querida. um bom domingo pra vc.
pelo poema...tema bem conhecido por mim...rsrsrs

beijos!

Queer Girl disse...

Sandrinha,
Eu tbem quero selinho de blog!!
Tem um monte!!
Eu quero!! snif snif!!
bjos mil!!

Inominável Ser disse...

Delicioso poema, Sandrinha, masturbação é uma grande liberdade de ato de pura condição para certas e determinadas manipulações energéticas, Auto-Erotismo, uma prática ocultista que adoto com uma certa regularidade... Mente aberta, corpo livre!